Última hora

Extinction Rebellion vai entrar na segunda semana de protestos

Extinction Rebellion vai entrar na segunda semana de protestos
Direitos de autor
REUTERS/Henry Nicholls
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O movimento global Extinction Rebellion prepara-se para entrar na segunda semana de protestos, bloqueios e atos de desobediência civil em prol da luta contra as alterações climáticas.

Em Bruxelas, cerca de 300 ativistas foram detidos, depois de canhões de água e gás lacrimogéneo não terem sido suficientes para desmobilizar um protesto.

Em Paris, os manifestantes bloquearam a circulação em frente ao Parlamento, obrigando também a uma intervenção policial.

Com origem no Reino Unido, o movimento Extinction Rebellion exprimiu-se na última semana por 60 cidades em todo o mundo. Milhares de manifestantes desfilaram este sábado pelas principais artérias comerciais de Londres numa "marcha funerária" pelo planeta.

O centro da capital da República Checa, Praga, também se viu bloqueado pelos contestatários, bem como a principal via de acesso ao Museu Nacional.

Os ativistas do movimento Extinction Rebellion denunciam a inação dos governos e exigem medidas concretas, ambiciosas e imediatas por parte dos líderes mundiais para combater as alterações climáticas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.