Última hora

Casal detido no caso do camião com 39 mortos

Casal detido no caso do camião com 39 mortos
Direitos de autor
REUTERS/Simon Dawson
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

De dia para dia conhecem-se mais pormenores sobre o caso que está a chocar o Reino Unido.

Esta sexta-feira, um homem e uma mulher de 38 anos foram detidos por suspeita de tráfico humano e homicídio. Segundo os jornais britânicos, a mulher é a proprietária do camião onde foram encontrados os 39 cadáveres, que poderão não ser todos de nacionalidade chinesa. Neste momento há três famílias vietnamitas que temem que os seus familiares desaparecidos possam estar entre as vítimas.

Bobby Chan, consultor para a imigração no Min Quan Legal Centre sublinha que o processo de reconhecimento dos corpos é um processo complexo.

"É um processo muito longo e laborioso. Em primeiro lugar, temos de conseguir a confiança da família das vítimas que vivem no nosso país. Porque a sua situação, no que diz respeito ao estudo de emigrante, provavelmente também não é muito clara".

O reboque frigorífico chegou ao Reino Unido vindo da cidade belga de Zeebrugge e foi recolhido no porto de Purfleet por um camião táxi conduzido pelo homem detido, na quarta-feira, pela polícia.

As autoridades estão a estudar uma possível ligação deste caso a um grupo criminoso da Irlanda do Norte, mas a investigação centra-se na hipótese de tráfico humano.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.