Última hora

UE contesta tarifas alfandegárias dos EUA na OMC

UE contesta tarifas alfandegárias dos EUA na OMC
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia acaba de lançar um processo contra os Estados Unidos a propósito das tarifas impostas em 2018 sobre a importação de metais.

A iniciativa teve lugar no âmbito de uma audiência pública realizada na Organização Mundial de Comércio.

Aquando da imposição, o presidente norte-americano afirmou tratar-se de uma medida necessária devido a razões de segurança nacional.

Trata-se do primeiro de uma série de casos levados à OMC por países afetados pelas medidas.

Devido à complexidade das questões, a organização não deverá emitir uma decisão antes do outono do próximo ano.

A iniciativa tem lugar numa altura em que está eminente a imposição de tarifas norte-americanas sobre veículos europeus.

O secretário norte-americano do comércio, Wilbur Ross, deixou no ar a possibilidade de não ter que impor tarifas sobre modelos importados após o que descreveu como "boas conversas" com os fabricantes automóveis na União Europeia, Japão e outros.

Numa entrevista, Ross afirmou que as negociações com as empresas individuais sobre os planos de investimento foram positivas e a imposição de tarifas poderá tornar-se desnecessária.

Em maio, a Casa Branca decidiu atrasar por seis meses a imposição de tarifas enquanto decorriam negociações entre Washington, a União Europeia e o Japão.

No mês os Estados Unidos e o Japão alcançaram um acordo; no entanto, o entendimento entre a Casa Branca e a União Europeia permanece uma perspetiva distante.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.