Última hora

Puigdemont, Comín e Puig vão ter audiência conjunta

Puigdemont, Comín e Puig vão ter audiência conjunta
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal belga decidiu, esta sexta-feira, que a audiência de extradição de Lluís Puig e Toni Comín, pedida por Espanha, será realizada em conjunto com a de Carles Puigdemont.

Os independentistas catalães serão ouvidos na Câmara do Conselho de Bruxelas, no dia 16 de Dezembro. Com este adiamento, a justiça belga unifica o processo com o do mandado de captura europeu de Puigdemont.

Para Lluís Puig, a decisão da justiça belga é uma vitória na “batalha judicial” contra o governo espanhol.

"Foi mais um passo nesta batalha judicial internacional em que estamos empenhados. Este governo espanhol 'fantástico' há apenas 15 dias estava a tentar fechar sites de uma forma ditatorial. Por isso, não creio que nos próximos 15 dias vá mudar a ideologia".

Comin e Puig vivem na Bélgica há dois anos para não enfrentarem os processos nos tribunais espanhóis, na sequência da declaração de independência da Catalunha, em outubro de 2017.

Os advogados dos dois antigos líderes catalães tinham pedido ao tribunal para examinar os processos em conjunto com o de Puigdemont, para poderem apresentar uma defesa comum.

Passados dois anos do referendo não oficial organizado pelos independentistas, as sondagens revielam que o apoio à independência na Catalunha caiu de 50% para os 41%.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.