Última hora
This content is not available in your region

Erdogan questiona se Macron não está em "morte cerebral"

euronews_icons_loading
Erdogan questiona se Macron não está em "morte cerebral"
Tamanho do texto Aa Aa

Parece longe o tempo das amigáveis trocas diplomáticas entre os presidentes da França e da Turquia. Esta sexta-feira, Recep Tayyip Erdogan atacou Emmanuel Macron diretamente, poucos dias antes da próxima cimeira da NATO.

"Ele diz que a NATO está em morte cerebral. Dirijo-me ao Sr. Macron, a partir da Turquia, e vou dizer na NATO: deve verificar, antes, se não é você que está em morte cerebral," afirmou o Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Uma afirmação de choque que não é diferente da feita pelo Presidente francês há algumas semanas. Emmanuel Macron disse então que a NATO era uma aliança "em morte cerebral".

O comentário do Presidente francês foi feito após uma ofensiva lançada por Erdogan no nordeste da Síria sem nenhuma preocupação com os aliados; exceto pela aprovação de Donald Trump.

Os comentários feitos esta sexta-feira foram imediatamente seguidos por uma reação de Paris.

O embaixador turco em França foi convocado e solicitado a explicar o que o Eliseu identificou como "insultos".