Última hora

Islândia proíbe circulação de navios de cruzeiro

Islândia proíbe circulação de navios de cruzeiro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O cenário paradisíaco atrai milhares de pessoas em cruzeiros à Islândia . Mas o encanto que o país exerce sobre os turistas pode estar a pôr em risco o ambiente do país.

Com vista a proteger a paisagem nacional, o governo islandês está disposto a tomar medidas radicais e a primeira chega já a 1 de janeiro de 2020: a partir do próximo ano, o uso de fuelóleo em águas territoriais vai ser proibido.

A Islândia torna-se assim no primeiro país a impor este tipo de restrições ao turismo, admitindo para já a entrada de navios que tenham um sistema de purificação para reduzir a libertação de dióxido de enxofre.

De acordo com o ministro do Ambiente da Islândia, Gudmundur Ingi Gudbrandsson, as embarcações "podem usar petróleo até outras fontes de energia passarem a ser usadas".

A partir de janeiro, o teor de enxofre dos combustíveis navais não vai poder exceder 0,1%. Atualmente está nos 3,5%.

Durante a combustão do fuelóleo, grandes quantidades de fuligem são libertadas para a atmosfera. As partículas acabam por se depositar nos glaciares e acelerar o derretimento do gelo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.