Islândia proíbe circulação de navios de cruzeiro

Islândia proíbe circulação de navios de cruzeiro
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo islandês será o primeiro a banir a circulação de embarcações poluentes, movidas a fuelóleo pesado, a partir de 1 de janeiro de 2020.

PUBLICIDADE

O cenário paradisíaco atrai milhares de pessoas em cruzeiros à Islândia . Mas o encanto que o país exerce sobre os turistas pode estar a pôr em risco o ambiente do país.

Com vista a proteger a paisagem nacional, o governo islandês está disposto a tomar medidas radicais e a primeira chega já a 1 de janeiro de 2020: a partir do próximo ano, o uso de fuelóleo em águas territoriais vai ser proibido.

A Islândia torna-se assim no primeiro país a impor este tipo de restrições ao turismo, admitindo para já a entrada de navios que tenham um sistema de purificação para reduzir a libertação de dióxido de enxofre.

De acordo com o ministro do Ambiente da Islândia, Gudmundur Ingi Gudbrandsson, as embarcações "podem usar petróleo até outras fontes de energia passarem a ser usadas".

A partir de janeiro, o teor de enxofre dos combustíveis navais não vai poder exceder 0,1%. Atualmente está nos 3,5%.

Durante a combustão do fuelóleo, grandes quantidades de fuligem são libertadas para a atmosfera. As partículas acabam por se depositar nos glaciares e acelerar o derretimento do gelo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova fissura ativa na erupção vulcânica na Islândia

Climate Now: Os glaciares estão a desaparecer a olhos vistos

Poluição dos oceanos em debate na Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio