Última hora
This content is not available in your region

Netflix lidera nomeações para os Globos de Ouro

Netflix lidera nomeações para os Globos de Ouro
Tamanho do texto Aa Aa

São já conhecidas as nomeações para os Globos de Ouro de 2020, os prémios entregues pela imprensa estrangeira acreditada em Hollywood, vistos como um prenúncio dos Óscares.

Sinais dos tempos, entre os cinco candidatos ao prémio de melhor filme na secção drama, três podem ser vistos na televisão, já que são produções da Netflix.

Um dos mais fortes candidatos é Marriage Story, já disponível na plataforma digital. Trata-se de um drama sobre o desmoronar de um casamento, com a assinatura de Noah Baumbach, o autor de Meyerowitz Stories. Nos papéis principais temos Scarlett Johanssen, Adam Driver e Laura Dern, todos com nomeações.

Também O Irlandês, o épico de Martin Scorcese sobre os meandros da máfia, com Robert de Niro e Al Pacino, igualmente com a chancela da Netflix, está, sem surpresas, entre os nomeados. Tanto Al Pacino como Joe Pesci podem ainda ganhar o prémio de melhor ator secundário.

O regresso de Quentin Tarantino ao grande ecrã, com Era uma vez em Hollywood e a dupla Brad Pitt e Leonardo DiCaprio, também não constitui surpresa entre os nomeados e parece bem posicionado para os Óscares. O filme é candidato na categoria de melhor musical ou comédia.

A completar o trio de filmes da Netflix candidatos ao prémio cimeiro está Os Dois Papas, de Fernando Meirelles, com Jonathan Pryce, candidato ao prémio de melhor ator, como Papa Francisco e Anthony Hopkins como Bento XVI. O filme tem estreia mundial marcada para o dia 20.

Entre os nomeados na categoria de drama conta-se ainda 1917, o filme de Sam Mendes passado na I Guerra Mundial, com Andrew Scott e Benedict Cumberbatch.

Finalmente, Joker, de Todd Philips, aquele que é talvez o mais sério dos filmes do universo dos super-heróis feitos até hoje, está também entre os nomeados e é um dos grandes favoritos. Joaquin Phoenix é um dos mais sérios candidatos ao prémio de melhor ator e muitos auguram-lhe uma sorte semelhante nos Óscares.

A entrega dos prémios está marcada para o dia 5 de janeiro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.