Última hora
This content is not available in your region

Primeiro-ministro australiano alvo de críticas

euronews_icons_loading
Primeiro-ministro australiano alvo de críticas
Direitos de autor  MTI/AAP/Joel Carrett
Tamanho do texto Aa Aa

Foi de férias enquanto os incêndios devastavam o pais, é acusado de não fazer o suficiente na luta contra as alterações climáticas e decidiu manter o fogo-de-artifício na noite de passagem de ano, em Sydney.

O primeiro-ministro é, neste momento, um dos principais alvos dos australianos.

Scott Morrison enfrenta as críticas e garante que a Austrália vai conseguir ultrapassar esta situaçao difícil.

"A natureza do desafio é grande e, por isso, nos dias, semanas e meses que se seguem continuará a ser difícil. Gostaria que tivéssemos notícias melhores na véspera do Ano Novo. Mas há uma notícia que temos sempre e nos conforta: o incrível espírito dos australianos. Já enfrentámos estes desastres e conseguimos superar".

Mural de Morrison

A imagem de Morrison com um cocktail nas mãos durante as férias, que foi pintado na noite de Natal nas ruas de Sidney, foi reproduzido em camisolas e chávenas. O dinheiro das vendas vai ser entregue às corporações de bombeiros. O autor do mural, Scott Marsh, revelou que a iniciativa já reuniu mais de 60 mil dólares e que o valor continua a subir.