Última hora
This content is not available in your region

Sanya aposta em mercados turísticos da Rússia, Japão e Europa

euronews_icons_loading
Sanya aposta em mercados turísticos da Rússia, Japão e Europa
Tamanho do texto Aa Aa

As grandes empresas do ramo da hotelaria têm vindo a investir na ilha chinesa de Hainan não só como destino turístico mas também destino para a organização de eventos empresariais, como conferências e exposições. Uma cadeia de hóteis dos Estados Unidos inaugurou há dois anos um estabelecimento na baía de Haitang, uma praia de 42 quilómetros virada para o mar da China Meridional. "O hotel Rosewood Sanya foi uma aposta perfeita porque Sanya aderiu à nossa filosofia no que diz respeito à cultura, ao património e à localização. Quando viajamos pelo mundo e encontramos uma nova oportunidade, esses são os aspetos mais importante para nós, porque quando regressa a casa depois de uma estadia de negócios ou de lazer, o cliente gosta de trazer lembranças e este destino cumpre esse desígnio", disse à euronews Vito Romeo, gestor do hotel em Sanya.

euronews

A aposta no turismo náutico e nos cruzeiros

Para conquistar um lugar no mapa internacional do turismo, Sanya aposta também nas atividades náuticas. A cidade investiu numa nova marina e simplificou o processo de registo e entrada das embarcações. Os barcos podem entrar e sair mais facilmente para explorar a ilha tropical chinesa. "Temos cinco portos abertos em toda a ilha e oito vias navegáveis em Hainan. Por exemplo, este mar à nossa frente é o mar aberto de Nanshan. Quando as embarcações estrangeiras chegam aqui, podem entrar nestas águas gratuitamente, após o registo. E há muitos destinos para visitar nesta área", sublinhou Stuart Hu, secretário-geral da Associação Sanya Yachting.

Os cruzeiros são outra das grandes apostas de Sanya. Um dos projetos em curso visa ligar a ilha chinesa às Filipinas e ao Vietname para dinamizar o turismo na região. "Todos os anos, recebemos muitos navios de cruzeiro que nos trazem visitantes internacionais. Todos esses visitantes podem sair do navio para fazer uma excursão de meio dia ou de um dia inteiro. Por outro lado, terminamos a construção de cinco terminais para os maiores navios de cruzeiro do mundo poderem estacionar aqui. Esperamos que no futuro mais navios internacionais possam vir a Sanya", afirmou Sixian Tang, responsável do Turismo de Sanya.

euronews

Ligações áreas para Rússia, Japão e Europa

Para atrair turistas de vários países, a ilha chinesa tem procurado aumentar o número de ligações áreas. A euronews falou com uma companhia de aviação que prevê a abertura de um escritório em Sanya para lançar novas rotas para Sanya. Depois da ligação direta a Moscovo, o Japão e a Europa são as grandes apostas turísticas da ilha chinesa. "Temos um grande projeto para este ano. No primeiro trimestre, planeamos iniciar a rota entre Sanya e o Japão. Já temos uma ligação entre Sanya e a Rússia, e, depois, teremos uma ligação Japão-Sanya. Até o final do ano, iremos, talvez, iniciar a ligação entre Sanya e a Europa via Moscovo. Temos uma grande confiança em relação ao desenvolvimento de Sanya ", explicou Lisa Bu, gestora da empresa I Fly Airlines.