Última hora
This content is not available in your region

Spike Lee na principal cadeira do Festival de Cannes

Spike Lee na principal cadeira do Festival de Cannes
Direitos de autor
euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Spike Lee vai ser o presidente da próxima edição do Festival de Cannes. É a primeira vez que um cineasta negro ocupa esta posição de prestígio.

Em 2018, o filme "BlacKkKlansMan" foi bem recebido e venceu o Grande Prémio do Júri. A obra de Spike Lee é a história verídica de um polícia que se infiltrou no Ku Klux Klan na década de 1970.

Spike Lee é um rosto familiar em Cannes. Sete dos seus filmes já passaram pela Croisette desde que começou a carreira, nos anos 80. O realizador tem adoptado um discurso político contra o racismo e contra a extrema direita, desde essa altura.

Esperamos que nossos líderes nos orientem, que tomem decisões morais... e gostaria de dizer que isto não é apenas da responsabilidade dos Estados Unidos - está a acontecer em todo o mundo. A extrema direita não está só nos Estados Unidos. Está em todo o mundo e há que acordar.
Spike Lee
Realizador

Este anúncio segue-se às nomeações para os Óscares e os olhares atentos já se queixam de falta de diversidade. Eddie Murphy, não está nomeado, apesar das palmas da crítica depois de anos de ausência, pela performance em "Dolemite is My Name".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.