Polícia reprime manifestação em Hong Kong

Polícia reprime manifestação em Hong Kong
Direitos de autor AP Photo/Ng Han GuanNg Han Guan
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de manifestantes concentraram-se num parque público de Hong Kong, para pedir reformas eleitorais e um boicote ao Partido Comunista Chinês. A polícia de Hong Kong usou balas de borracha e gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes.

PUBLICIDADE

Milhares de manifestantes concentraram-se num parque público de Hong Kong, para pedir reformas eleitorais e um boicote ao Partido Comunista Chinês. Alguns manifestantes exibiram bandeiras que pediam a independência de Hong Kong. Outros carregavam bandeiras dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Segundo a agência Associated Press, as autoridades terão autorizado a concentração, mas não a marcha.

A polícia de Hong Kong usou balas de borracha e gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes.

As autoridades detiveram ainda, de forma violenta, alguns manifestantes.

Foi em junho que começaram os protestos em Hong Kong, por causa de um controverso projeto de lei de extradição, entretanto retirado. Mas a contestação continuou, transformando-se num movimento de defesa da democracia e de combate ao autoritarismo de Pequim.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Justiça de Hong Kong anula algumas condenações de sete ativistas da democracia

Rei Carlos III recebe as novas notas com o seu retrato

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles