EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Aumenta a diferença entre ricos e pobres alerta a ONG Oxfam

Aumenta a diferença entre ricos e pobres alerta a ONG Oxfam
Direitos de autor Copyright 2018 The Associated Press. All rights reservedKin Cheung
Direitos de autor Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Desigualdade ecomómica e de género em níveis extremos.

PUBLICIDADE

Um mundo de extremos. Assiste-se a um aumento da riqueza e ao aprofundamento da pobreza. O anos de 2019 continuou a tendência dos últimos anos: a diferença entre os mais ricos e os mais pobres aumenta cada vez mais, como ilustram os números do relatório da ONG Oxfam (Public Good or Private Wealth) - que marca o arranque do Fórum Económico Mundial de Davos.

  • Os 2153 bilionários do mundo tinham mais riqueza do que 4,6 mil milhões de pessoas.

  • Um por cento dos mais ricos do mundo possuem mais do dobro da riqueza do que quase 7 mil milhões de pessoas.

  • E os 22 homens mais ricos detêm mais riqueza do que todas as mulheres de África.

É claro que estamos a viver num sistema económico que se inclina a favor dos ricos. Onde os ricos se tornam cada vez mais ricos e os homens também estão em constantemente benefício. Portanto, é um sistema realmente construído na exploração de mulheres e raparigas das comunidades mais pobres.
Amitabh Behar
Oxfam India

A Oxfam diz que o trabalho não remunerado ou mal pago - geralmente realizado por mulheres - está a alimentar a desigualdade.

A vida é difícil para uma mãe solteira a viver nos bairros de lata. Ganho um dólar por dia e não é suficiente para minhas necessidades diárias. Às vezes, durmo com fome quando parece que não há esperança.
Praxides Nyaboke
Residente em Nairobi

A ONG afirma que acabar com a desigualdade de género está entre as soluções juntamente com a tributação dos mais ricos e o investimento em infraestruturas. Espera-se uma resposta dos líderes mundiais reunidos em Davos que vai ser acompanhada de perto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Oxfam denuncia excessos dos mais ricos

UE: uma em cada quatro crianças em risco de pobreza

Áustria quer retirar sem-abrigo das ruas com modelo finlandês