Última hora
This content is not available in your region

Oxfam denuncia excessos dos mais ricos

euronews_icons_loading
Oxfam denuncia excessos dos mais ricos
Direitos de autor  Czarek Sokolowski/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Uma realidade já conhecida e de novo confirmada, os ricos são quem mais polui o planeta e de longe.

Segundo um relatório da Oxfam, publicado esta segunda-feira, e que analisou dados relativos a 25 anos, os 1% mais ricos do planeta poluem o dobro do que a metade mais pobre da humanidade.

O relatório analisa as emissões de CO2 ligadas ao consumo de vários grupos de rendimentos entre 1990 e 2015.

Os 10% mais ricos representam 52% das emissões de dióxido de carbono.

O peso recai essencialmente sobre Europeus e norte-americanos.

E o 1% mais rico da população representa, só ele, 15% das emissões.

Metade da população mais pobre, mais de três mil milhões de pessoas, emitem 7% do dióxido de carbono.

A ONG denuncia os excessos do consumo e apela a mais justiça climática nos planos de relançamento da economia pós Covid-19.

Ao ritmo atual, diz a organização, os limites definidos para limitar o sobreaquecimento do planeta terão esgotado no espaço de dez anos.