Última hora
This content is not available in your region

Alerta na comunidade internacional com coronavírus

euronews_icons_loading
Alerta na comunidade internacional com coronavírus
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Com o aumento de infeções de coronavírus a crescer dentro e fora das fronteiras da China, também aumenta a batalha para conter o vírus mortal.

Os primeiros casos foram registados em Wuhan, uma cidade chinesa que os viajantes europeus estão a ser aconselhados a evitar.

No principal aeroporto de Roma, as placas alertam para os riscos de infeção.

"Estamos a regressar à China, mas não para Wuhan. Não devemos voltar para a cidade de Wuhan agora, a não ser que surjam grandes problemas para resolver lá," explica um viajante chinês.

Vários países instalaram equipamentos de controlo de temperatura corporal nos aeroportos. É uma das várias medidas que estão a ser tomadas pelos governos em todo o mundo. Os especialistas dizem que as preocupações são justificadas.

"Sabemos que pode transmitir-se às pessoas, de humano para humano, mas não conhecemos completamente toda a extensão. Há alguma informação que ainda temos de encontrar. Vai haver movimentação de pessoas nos próximos dias e semanas, e precisamos colocar os países em alerta," afirma a chefe do deparatmento de epidemias da Wellcome Trust, Dr. Josie Golding.

Portugal já está a preparar-se para responder ao surto de coronavírus. A ministra da Saúde, Marta Temido, afirma que Portugal já está tomar medidas de resposta à nova pneumonia viral, uma espécie de vírus que causa infeções respiratórias em seres humanos e animais, que é transmissível entre seres humanos.