Última hora
This content is not available in your region

Coronavírus: França tem os três casos confirmados na Europa

euronews_icons_loading
Coronavírus: França tem os três casos confirmados na Europa
Direitos de autor  ABDUL QODIR / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Os três pacientes dos hospitais de Paris e Bordéus continuam a ser, de momento, os únicos casos confirmados do novo coronavírus na Europa. Os casos suspeitos em Portugal, Polónia e Reino Unido revelaram-se negativos. Há ainda um caso suspeito na Áustria.

A ministra francesa da Saúde, Agnès Buzyn, tenta tranquilizar os cidadãos:

"Há atualmente um acompanhamento personalizado às pessoas que vêm da China. São-lhes dadas recomendações de forma personalizada, mas para o público em geral, não há indicação para o uso de máscara. A máscara azul não protege de nada".

Contrariamente ao que acontece na China ou na Rússia, por exemplo, os passageiros que chegam ao aeroporto de Roissy Charles de Gaule, o principal aeroporto de França, não são sujeitos a controlo da temperatura. As autoridades consideram esse controlo ineficaz.

Um passageiro francês, que chega da China afirma:

"Quando chegámos aqui, havia alguns médicos para nos dirigirmos se tivéssemos febre ou algo que não estivesse bem, mas não tivemos controlo específico. Eu poderei mesmo ser portador do vírus e não sei e, se calhar, sou suscetível de lho transmitir a si e não tenho a mínima ideia".

As autoridades francesas decidiram, já este domingo, expatriar durante a próxima semana os os turistas provenientes da região Wuahan, a cidade epicentro do surto do coronavírus.

Perante a ameaça de uma pandemia, as autoridades de vários países europeus decidiram cancelar as celebrações tradicionais do Ano Novo Chinês para evitar concentrações de pessoas. Essas medidas foram tomadas em cidades como Bordéus, Paris, Milão e Roma, mas não em Madrid.