Última hora
This content is not available in your region

Senado aprova levantamento da imunidade a Salvini

euronews_icons_loading
Senado aprova levantamento da imunidade a Salvini
Direitos de autor  AP   -   Andrew Medichini
Tamanho do texto Aa Aa

O Senado italiano aprovou a retirada de imunidade ao líder do partido Liga, Matteo Salvini, para que seja julgado por ter deixado um barco à deriva, ao largo da Sicília, com um grande número de migrantes a bordo no verão enquanto era ministro do Interior. O Gregoretti foi um dos vários navios que Salvini impediu de atracar nos portos italianos enquanto foi ministro.

O líder da Liga, agora na oposição, defende-se. Diz que as medidas não foram oportunistas, mas apenas o cumprimento das promessas eleitorais: "Se interviesse por oportunismo ou por conveniências pessoais, não teria tomado esta decisão. Tenho orgulho em dizer que fiz algo que os italianos se esqueceram que era possível fazer: Honrar uma promessa eleitoral. Toda a gente em Itália sabe que votar na Liga, votar Salvini, significa votar para que façamos tudo para bloquear a chegada de imigrantes ilegais", disse no discurso.

O ex-número dois do governo é acusado de sequestro por ter impedido um barco da Guarda Costeira italiana de atracar num porto siciliano. A imunidade tinha já sido aprovada por uma comissão. Esta votação no Senado foi forçada pelo próprio partido de Salvini.