Última hora
This content is not available in your region

Parlamento português dá luz verde à legalização da Eutanásia

euronews_icons_loading
Parlamento português dá luz verde à legalização da Eutanásia
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Está dado o primeiro em direção à legalização da morte medicamente assistida em Portugal.

O debate sobre eutanásia na Assembleia da República terminou esta quinta-feira com a aprovação dos cinco projetos apresentados.

O texto da autoria do PS foi o que recolheu o maior número de votos a favor, um total de 127.

A proposta do BE obteve 124 votos a favor, 85 votos contra e 14 abstenções; a do PAN obteve 121 votos a favor, 86 votos contra e 16 abstenções; a proposta do PS obteve 127 votos a favor, 86 votos contra e 10 abstenções; a do Partido Ecologista Os Verdes obteve 114 votos a favor, 86 votos contra e 23 abstenções; do Iniciativa Liberal obteve 114 votos a favor, 85 votos contra e 24 abstenções.

A aprovação dos cinco documentos abre a porta à próxima etapa deste processo na qual caberá a uma comissão especializada a discussão do texto final que será submetido ao presidente da República.

Antes do início do debate, manifestantes reuniram-se no exterior do parlamento para protestarem contra as propostas em cima da mesa.

Entre os manifestantes contaram-se representantes da Igreja Católica, assim como de associações profissionais de médicos e enfermeiros e também do conselho de ética para as ciências da vida.

De recordar que em 2018 o parlamento rejeitou a aprovação da eutanásia por uma margem de apenas cinco votos.