EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Confrontos em protestos contra novos campos de migrantes

Confrontos em protestos contra novos campos de migrantes
Direitos de autor AP Photo/Michael Varaklas
Direitos de autor AP Photo/Michael Varaklas
De  Rodrigo Barbosa com AFP / AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Residentes das ilhas gregas de Chios e Lesbos mediram forças com a polícia anti-motim

PUBLICIDADE

Os portos das ilhas gregas de Chios e Lesbos transformaram-se na última noite em verdadeiros campos de batalha. 

Grupos de residentes enfrentaram as forças de segurança para contestar a construção de novos campos de acolhimento de migrantes.

Em Chios, os contestatários tentaram impedir a entrada de retroescavadoras, que serão usadas para construir as novas instalações.

As autoridades gregas tinham enviado para o local unidades da polícia anti-motim, prevendo já a possibilidade de tensões.

O primeiro-ministro grego Kyriakos Mitsotakis disse, este fim-de-semana, que o projeto para a realização dos novos campos será concretizado, apesar da oposição declarada de uma grande parte da população das ilhas.

Tal como em Chios, o porto de Mytilene em Lesbos também registou confrontos, com as forças de segurança a recorrerem a gás lacrimogéneo e granadas atordoantes. 

Pelo menos três pessoas foram transportadas para o hospital, com dificuldades respiratórias ligadas à inalação de gás.

Mais de 38.000 migrantes estão atualmente instalados nos campos sobrelotados de Lesbos, Chios, Leros e Kos, que oficialmente têm uma capacidade total de 6200 pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Caça ao homem em França depois de emboscada a carrinha celular que matou dois guardas prisionais

Putin substitui ministro da Defesa. Shoigu será secretário no Conselho de Segurança da Rússia

Violência policial aumenta em Amsterdão durante protestos pró-Palestina