Última hora
This content is not available in your region

Investigação conclui que Plácido Domingo cometeu assédio sexual

euronews_icons_loading
Investigação conclui que Plácido Domingo cometeu assédio sexual
Direitos de autor  Screenshot via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Uma investigação do sindicato que representa os artistas de ópera nos Estados Unidos concluiu que Plácido Domingo assediou sexualmente mulheres e abusou do poder que tinha quando foi diretor das Óperas de Washington e de Los Angeles.

Pouco antes de ter sido divulgado este relatório, o tenor madrileno pediu perdão pela "dor" que causou às 20 mulheres que o acusam e disse aceitar "toda a responsabilidade" pelas ações denunciadas nos últimos meses.

De acordo com fontes próximas da investigação, os advogados contratados pelo sindicato ouviram 55 pessoas, tendo 27 afirmado ter presenciado ou sido vítimas de um comportamento sexual inadequado por parte do artista nos anos 90 e 2000.

Quando as denúncias surgiram, Plácido Domingo negou todas as acusações.