Última hora
This content is not available in your region

Vítimas de Weinstein satisfeitas com condenação

euronews_icons_loading
Vítimas de Weinstein satisfeitas com condenação
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Condenação harevy weinstein satisfaz vitimas, advogada de acusação e procurador de nova Iorque, que diz que as mulheres mudaram o curso da história na luta contra a violência sexual

Harvey Weinstein chegou ao tribunal como homem livre mas, assim que o ex-produtor cinematográfico de Hollywood foi condenado por violação e agressão sexual contra duas mulheres, foi levado para a prisão algemado.

Um tribunal de Nova Iorque condenou o ex-magnata do cinema por duas das cinco acusações de crimes sexuais que recaíam sobre ele.

A atriz Louisette Geiss disse estar extremamente satisfeita.

"Acima de tudo, sinto-me muito mais segura e sinto-me muito feliz. Nós conseguimos. Finalmente conseguimos," afirmmou a atriz e testemunha de acusação Louisette Geiss.

Weinstein foi absolvido de, agressão sexual predatória, mas a pena pode ir até 25 anos de prisão.

Muitos saudaram o veredicto como um momento marcante para o sistema legal.

"Já não continua tudo na mesma nos Estados Unidos. Esta é a era do empoderamento das mulheres. Elas já não podem mais ser intimidadas, porque as mulheres não vão ficar em silêncio," declarou a advogada de acusação Gloria Allred.

O procurador distrital de Nova Iorque, Cyrus Vance, saudou as mulheres que enfrentaram o outrora temido produtor, dizendo que ``"mudaram o curso da história na luta contra a violência sexual ''.

"É violação, mesmo que não haja provas físicas e mesmo que tenha acontecido há muito tempo. Acredito que é este o novo cenário para sobreviventes de agressão sexual na América. Este é um novo dia," considerou o Procurador Cyrus Vance.

O julgamento foi o primeiro processo criminal a surgir da enxurrada de acusações de 90 mulheres contra Weinstein.

O produtor ainda enfrenta acusações, em Los Angeles, de agressão de duas mulheres em 2013.