Itália fecha as portas ao coronavírus

Itália fecha as portas ao coronavírus
Direitos de autor Michele Carlino, Euronews
Direitos de autor Michele Carlino, Euronews
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Restrições esvaziaram os quatro cantos do país.

PUBLICIDADE

No sul da Itália as ruas estão desertas como no resto do país.

Estou a conduzir uma estrada praticamente deserta. A A2 Nápoles- Reggio -Calabria, normalmente, tem muito movimento - este é o principal eixo de tráfego entre o norte do país e a Sicília. Agora, apenas as pessoas que têm um certificado, com razões sérias e justificadas, é que podem andar na estrada.
Michele Carlino
Euronews

Agora, em Itália, é preciso uma autorização para viajar. Os italianos devem preencher os documentos de uma “auto-certificação” para poderem sair de casa e para poderem apresentar às autoridades em caso de controlo.

Viajando de Reggio Calabria até à cidade de Lyon, em França, através da Sicília, Michele guia-nos através das estradas desertas até a um barco-ferry - a principal ligação marítima da região. O ferry, normalmente, costuma estar cheio de passageiros e agora está completamente vazio. As restrições impostas no país esvaziaram os quatro cantos de Itália.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Itália prepara-se para negociar com Bruxelas termos da trajetória do ajuste fiscal

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica