Última hora
This content is not available in your region

Itália fecha as portas ao coronavírus

euronews_icons_loading
Itália fecha as portas ao coronavírus
Direitos de autor  Michele Carlino, Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

No sul da Itália as ruas estão desertas como no resto do país.

Estou a conduzir uma estrada praticamente deserta. A A2 Nápoles- Reggio -Calabria, normalmente, tem muito movimento - este é o principal eixo de tráfego entre o norte do país e a Sicília. Agora, apenas as pessoas que têm um certificado, com razões sérias e justificadas, é que podem andar na estrada.
Michele Carlino
Euronews

Agora, em Itália, é preciso uma autorização para viajar. Os italianos devem preencher os documentos de uma “auto-certificação” para poderem sair de casa e para poderem apresentar às autoridades em caso de controlo.

Viajando de Reggio Calabria até à cidade de Lyon, em França, através da Sicília, Michele guia-nos através das estradas desertas até a um barco-ferry - a principal ligação marítima da região. O ferry, normalmente, costuma estar cheio de passageiros e agora está completamente vazio. As restrições impostas no país esvaziaram os quatro cantos de Itália.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.