Pandemia de Covid-19 "contamina" bolsa de São Paulo

Investidores receiam "contaminação" da economia brasileira pelos EUA
Investidores receiam "contaminação" da economia brasileira pelos EUA Direitos de autor AP Photo/Silvia Izquierdo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Negociação voltou a ser suspendida pela quinta vez no espaço de uma semana e desta vez devido ao receio provocado por uma decisão nos Estados Unidos

PUBLICIDADE

A bolsa brasileira abriu esta segunda-feira uma vez mais a afundar abaixo dos 10 pontos e sofreu, por isso, a quinta suspensão da negociação no espaço de uma semana.

A interrupção dos negócios deveu-se uma vez mais ao surto do novo coronavírus, que continua a alastrar pelo mundo e a bloquear diversos países.

Desta feita, a bolsa de São Paulo reagiu à decisão de véspera da Reserva Federal norte-americana de cortar as taxas de juro para perto de zero, o que motivou receios de uma iminente quebra na economia dos Estados Unidos.

O ibovespa, o principal índice do mercado brasileiro, chegou a cair para perto dos 13 pontos negativos, arrastado pela valorização do dólar e o impacto da pandemia nas companhias aéreas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alerta de colapso no setor da aviação civil

Mercados em derrocada

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver