Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido declara confinamento obrigatório

euronews_icons_loading
Coronavirus in Britain
Coronavirus in Britain   -   Direitos de autor  WILL OLIVER/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido declarou o confinamento obrigatório. Boris Johnson fez, esta segunda-feira, uma declaração ao país onde apelou a que todos os britânicos fiquem em casa.

O primeiro-ministro inglês explicou que se houver um aumento repentino do número de pessoas a recorrer aos hospitais, o sistema de saúde entra em colapso e não será capaz de dar resposta a todas as necessidades.

Boris Johnson volta assim atrás na estratégia de deixar propagar o vírus para que se aumentasse a imunidade. A partir desta segunda-feira, os britânicos apenas deverão sair de casas com justificação. “Compras para suprimir necessidades básicas, uma forma de exercício por dia, necessidade médica e deslocações para o trabalho, apenas quando absolutamente necessário e [o trabalho] não possa ser feito a partir de casa", explicou o chefe do executivo britânico

No Reino Unido já morreram 335 pessoas. Nas últimas 24 horas mais 54 pessoas perderam a vida com este vírus.

O número de casos de pessoas infetadas também aumentou e está agora nos 6.650, no domingo eram 5.683.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.