Última hora
This content is not available in your region

Proibido ir de férias durante a crise do coronavírus

euronews_icons_loading
Proibido ir de férias durante a crise do coronavírus
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

É proibido ir de férias durante a crise do coronavírus. O ministro do Interior de França, Christophe Castaner, alertou os cidadãos para que anulem os planos de férias da Páscoa a partir deste fim de semana. Qualquer deslocação não justificada será punida, numa altura em que o país continua a transferir centenas de pacientes infetados, para zonas com menor densidade populacional.

Um homem foi preso na França por violar repetidamente as rigorosas medidas restritivas e já foram emitidas mais de 350 mil multas em todo o país.

Há verbalizações e multas previstas e insisto realmente no assunto: as medidas também se aplicam às estações de comboio, será impossível entrar nos comboios ou viajar de automóvel sem justificação.
Didier Lallement
Polícia de Paris

Em Espanha, o cenário é semelhante. A Guarda Civil e a Polícia Nacional reforçam a presença e o controlo nas estradas em zonas turísticas e também nas saídas das grandes cidades, para travar deslocações em massa durante o período da Páscoa.

Na fronteira entre a Bélgica e a Holanda os controlos também rigorosos, para garantir que as pessoas só saem de casa em casos de extrema necessidade.