Última hora
This content is not available in your region

Marcelo entrega projeto de renovação do estado de emergência

Access to the comments Comentários
De  Euronews com LUSA
Portugal's President Marcelo Rebelo de Sousa speaks at a business forum in Mumbai on February 15, 2020. (Photo by Indranil MUKHERJEE / AFP)
Portugal's President Marcelo Rebelo de Sousa speaks at a business forum in Mumbai on February 15, 2020. (Photo by Indranil MUKHERJEE / AFP)   -   Direitos de autor  INDRANIL MUKHERJEE/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já submeteu esta quinta-feira para a Assembleia da República o projeto de renovação do Estado de Emergência em Portugal até 02 de maio, face à pandemia de covid-19 no país.

"Depois de ouvido o Governo, que se pronunciou esta manhã favoravelmente, o Presidente da República enviou à Assembleia da República, para autorização desta, o projeto de diploma decretando a renovação do Estado de Emergência por mais 15 dias", pode ler-se numa nota oficial da Presidência.

Agora, o projeto de decreto que Marcelo Rebelo de Sousa enviou hoje para a Assembleia da República determina que as restrições ao direito de deslocação impostas pelas autoridades podem ser "simétricas ou assimétricas, designadamente em relação a pessoas e grupos etários ou locais de residência, que, sem cariz discriminatório, sejam adequadas à situação epidemiológica e justificadas pela necessidade de reduzir o risco de contágio e executar as medidas de prevenção e combate à epidemia".

Nesta matéria, caberá ao Governo "especificar as situações e finalidades em que a liberdade de circulação individual, preferencialmente desacompanhada, se mantém", refere o diploma.

A Assembleia da República irá hoje à tarde votar o prolongamento do estado de emergência, nos termos propostos pelo Presidente da República, e a sua aplicação será depois regulamentada pelo executivo, num decreto para esse efeito a aprovar em Conselho de Ministros.

O estado de emergência vigora em Portugal desde as 00:00 horas de 19 de março e já foi renovado uma vez. De acordo com a Constituição, não pode ter duração superior a 15 dias, sem prejuízo de eventuais renovações com o mesmo limite temporal.