Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Há motivos para otimismo mas o cenário continua preocupante na Europa

euronews_icons_loading
Virus Outbreak Italy
Virus Outbreak Italy   -   Direitos de autor  Mauro Scrobogna/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Perto de dois milhões e 200 mil casos confirmados e um número superior a 150 mil mortes. A pandemia de covid-19 não tem fim à vista e os números desta sexta-feira mostram que ainda estamos longe de ver a luz ao fundo do túnel.

No Reino Unido morreram 847 pessoas nas últimas 24 horas e o total aproxima-se das 15 mil, números que incluem apenas os óbitos ocorridos nos estabelecimentos hospitalares.

Em Itália a curva continua a baixar muito ligeiramente. O número de óbitos diários subiu para 575 e aproxima-se dos 23 mil mas o número de novos casos baixou e o número de pessoas curadas atingiu um novo recorde.

As medidas de restrição têm vindo a ser levantadas mas Giovanni Rezza, Diretor do Departamento de Doenças Infecciosas do Instituto de Saúde Italiano, garante que algumas regiões irão continuar com limitação de movimentos mesmo depois do período de confinamento nacional terminar e que as regras de distanciamento social são para manter.

As regiões do norte, o motor económico do país, têm vindo a pressionar o governo para levantar as medidas de restrição mas no sul já prometeram fechar as fronteiras com o norte.

Terminamos esta breve ronda europeia em França, onde pelo terceiro dia consecutivo o número de doentes hospitalizados e em cuidados intensivos baixou. Um sinal positivo num cenário que continua negro, nas últimas 24 horas morreram 761 pessoas no país. O total de óbitos aproxima-se dos 19 mil.