Última hora
This content is not available in your region

Protesto contra medidas de confinamento em Berlim

euronews_icons_loading
Protesto contra medidas de confinamento em Berlim
Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 100 pessoas foram presas pela polícia alemã num protesto contra as medidas de confinamento.

No sábado, centenas de pessoas reuniram-se na Praça Rosa Luxemburgo, em Berlim, desrespeitando as medidas restritivas impostas pelo país, numa altura em que capital alemã proibiu reuniões de mais de 20 pessoas para conter a propagação da pandemia de COVID-19.

Os organizadores do protesto pediam "o fim ao estado de emergência" e minimizavam a ameaça do vírus. Alguns dos manifestantes exibiam slogans contra a chanceler Angela Merkel e contra o "lobby farmacêutico".

Em comunicado, a polícia disse ter pedido a dispersão dos manifestantes, para que cumprissem as regras de distanciamento social e disse ter sido obrigada a pedir reforços quando as indicações foram ignoradas. Cinco agentes da autoridade ficaram levemente feridos.

Até agora, a Alemanha regista mais de 150 mil (152.438) casos confirmados de COVID-19, segundo o Instituto Robert Koch.