Última hora
This content is not available in your region

Homens armados atacam maternidade e funeral no Afeganistão

euronews_icons_loading
Homens armados atacam maternidade e funeral no Afeganistão
Direitos de autor  Rahmat Gul/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Em apenas algumas horas, o Afeganistão viveu dois ataques particularmente violentos. Primeiro, três homens armados entraram num hospital dirigido pelos Médicos Sem Fronteiras em Cabul, disparando inclusivamente na zona da maternidade. Contam-se, pelo menos, 14 mortos, incluindo enfermeiras, parturientes e recém-nascidos.

Uma testemunha relata que viu "um homem irromper pelo hospital e abrir fogo contra as pessoas no interior e os familiares dos pacientes que aguardavam junto à entrada".

Tudo isto aconteceu em Dashti Barchi, na capital afegã, uma zona onde reside a comunidade xiita Hazara.

Escassas horas mais tarde, um atacante fez-se explodir durante o funeral de um comandante da polícia da província de Nangarhar, provocando mais de duas dezenas de mortos e cerca de 70 feridos. Havia milhares de pessoas a acompanhar a cerimónia fúnebre.

Os talibãs declararam não ter qualquer envolvimento em nenhuma das ofensivas.