Última hora
This content is not available in your region

Novo principal suspeito do caso Maddie McCann

euronews_icons_loading
Novo principal suspeito do caso Maddie McCann
Direitos de autor  AP/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Treze anos depois renasce a esperança de ser solucionado o caso de Maddie McaCann, menina britânica de 3 anos desaparecida de um apartamento da praia da luz no Algarve em maio de 2007.

O alemão de 43 anos, agora principal suspeito das autoridades, viveu em Portugal entre 1996 e 2007, está acusado de abuso sexual de menores e tem antecedentes criminais. É proprietário de uma furgoneta combi que usava na altura.

"Um dos objetivos do nosso apelo a testeminhas é tentar perceber para o que é que ele usava essa furgoneta. O que sabemos é que ele viveu lá muitas vezes. E certamente, na semana anterior, vivia na furgoneta e devia usá-la para se movimentar e tê-la como base", explica o detetive-chefe, Inspector da Polícia Metropolitana de Londres, Mark Cranwell.

O suspeito, atualmente preso na Alemanha, foi dado a conhecer pelas autoridades alemãs na quarta-feira, também conduzia um Jaguar, que mudou de proprietário dias depois de Maddie ter desaparecido.

Depois de 14 meses investigações controversas, o caso foi arquivado em 2008 para ser novamente reaberto em 2013.

Gerry e Kate McCann ainda têm esperança de encontrar a filha com vida, uma possibilidade que as autoridades acreditam ser muito remota.