EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Vladimir Putin declara estado de emergência após derrame de combustível na Rússia

Vladimir Putin declara estado de emergência após derrame de combustível na Rússia
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Foram derramadas quase 20 mil toneladas de produtos poluentes num rio, levantando preocupações entre ambientalistas e residentes.

PUBLICIDADE

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou o estado de emergência na quarta-feira após um derrame de combustível, no extremo norte da Rússia.

Foram derramadas, acidentalmente, quase 20 mil toneladas de produtos poluentes num rio, levantando preocupações entre ambientalistas e residentes.

As autoridades só foram informadas do incidente dias depois. Putin mostrou-se chocado e criticou o atraso na resposta ao incidente.

Como assim, terminou o relatório sobre a situação? O que será feito? É você o governador. Espere um segundo. Na sua opinião, o que aconteceu e porque é que as autoridades só foram informadas dois dias depois? Vamos ser informados das emergências através das redes sociais agora?
Vladimir Putin
Presidente da Rússia

A fuga de produtos petrolíferos teve lugar numa central termoelétrica em Norilsk, uma remota cidade russa do Ártico. Uma equipa de 90 trabalhadores foi destacada para fazer as operações de limpeza no local.

A empresa assegura que está a fazer o possível para limitar as consequências do derrame trazendo especialistas de especialistas de Moscovo e adiantando que foram removidos 500 metros cúbicos de produtos poluentes das águas do rio Ambarnaya - que pode levar décadas a recuperar do desastre ambiental.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vantagem do "sim" no referendo à reforma constitucional russa

Putin substitui Shoigu porque quer Ministério da Defesa "aberto à inovação"

Putin substitui ministro da Defesa. Shoigu será secretário no Conselho de Segurança da Rússia