Última hora
This content is not available in your region

Aeroportos gregos aguardam mais movimento a partir de 15 de junho

euronews_icons_loading
Aeroportos gregos aguardam mais movimento a partir de 15 de junho
Direitos de autor  /Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os aeroportos vazios na Grécia, em breve, serão um cenário do passado. O governo grego anunciou vai permitir vôos vindos de Itália, Espanha e Holanda para o Aeroporto Internacional de Atenas, a partir de 15 de junho. Reino Unido e Turquia vão ter de esperar até ao dia 1de julho.

O nosso país está a abrir-se ao mundo. Com passos cuidadosos, sem comprometer a saúde dos turistas e dos residentes locais. É essa a nossa prioridade. Queremos dar as boas-vindas a quem quiser visitar o nosso país e faremos o possível para que voltem a casa em segurança.
Harry Theoharis
Ministro do Turismo da Grécia

Nas ilhas gregas, as autoridades contrataram mais médicos e instalaram mais 450 camas nos hospitais. Funcionários de Organizações não Governamentais vão fazer o teste da COVID-19 aos turistas.

Queremos apoiar o nosso turismo, as nossas ilhas e a nossa economia. Acredito que a Grécia e o governo se saíram bem e conseguiram conter o vírus na primeira fase da pandemia. Esperamos que, na segunda fase, façamos o mesmo. É preciso seguir as regras de higiene e manter o distanciamento social.
Vasilis Kikilias
Ministro da Saúde da Grécia

A partir de 1 de julho, todas os voos internacionais serão permitidos em todos os aeroportos da Grécia. Os passageiros estarão sujeitos a testes aleatórios e a um período de quarentena de 14 dias em caso de resultado positivo.