Última hora
This content is not available in your region

Aldeia russa cava trincheira contra o coronavírus

euronews_icons_loading
Aldeia russa cava trincheira contra o coronavírus
Direitos de autor  Кадр из репортажа AP
Tamanho do texto Aa Aa

Contra o coronavírus, cavar, cavar. Shuluta é uma aldeia russa com perto de quatrocentos habitantes que encontrou uma forma no mínimo original para travar a progressão da covid-19: cavar uma trincheira a rodear a povoação. O objetivo é impedir a entrada de forasteiros mas a eficácia da medida ainda está por comprovar.

A administração local admite que começaram por cavar duas trincheiras com recurso a um trator, mas que como algumas pessoas as conseguiam passar com a ajuda de troncos, decidiram aumentar a dificuldade e fazer uma terceira trincheira com uma escavadora.

A medida radical pode ter surgido demasiado tarde. Afinal de contas, a aldeia conta já com 49 casos confirmados da doença e uma morte a lamentar. O único ponto de entrada ou saída é agora controlado 24 horas por dia e só podem entrar médicos e fornecedores de comida ou medicamentos. De acordo com as autoridades locais, a aldeia voltará a abrir ao mundo duas semanas depois do último paciente ter recuperado totalmente.