Última hora
This content is not available in your region

Aprender durante as férias em França

euronews_icons_loading
Aprender durante as férias em França
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O mês de julho normalmente está associado às férias escolares mas 2020 não é um ano como os outros. Em França, o governo de Emmanuel Macron lançou um programa para aprender durante as férias, um investimento de 200 milhões de euros com o objetivo de manter as escolas abertas para jovens entre os 3 e os 17 anos de idade. A iniciativa pode beneficiar cerca de um milhão de alunos.

Nadia Gernet é professora, reconhece que não podem fazer milagres e esclarece que o objetivo do programa passa por dar confiança aos alunos, permitir-lhes estar novamente com amigos e professores e funcionar como uma fase de transição entre o período de confinamento e o regresso às aulas, em setembro.

A medida não traz benefícios apenas para os alunos. Os pais, que já tinham ficado impedidos de trabalhar durante o confinamento, também podem voltar a ter uma vida ativa. Esta mãe sublinha que sempre é melhor do que ter os filhos em casa o tempo todo, uma vez que devido à situação que se vive atualmente não irão de férias a lado nenhum.

As aulas de verão acabam por funcionar como uma espécie de campo de férias, onde a aprendizagem é variada e inclui mesmo workshops de graffiti para quem quiser dar os primeiros passos na arte de rua.

Fathi Chellouf é responsável pelo programa em Montfermeil, nos arredores de Paris, e refere que como muitas crianças não vão poder ir de férias este ano, "colocaram em marcha esta iniciativa para que possam passar umas férias agradáveis noutro contexto."

As autoridades escolares admitem que os três meses de aulas perdidos para a pandemia não podem ser recuperados, mas esperam desta forma proporcionar aos alunos um verão diferente num ano sem igual.