Inundações na China afetam 38 milhões de pessoas

Edifício submerso junto à cidade de Wuhan
Edifício submerso junto à cidade de Wuhan Direitos de autor Chinatopix via AP
De  Teresa Bizarro com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O mês de junho foi o segundo mais chuvoso desde 1961

PUBLICIDADE

O rio Yangtzé deixou de segurar a água no leito. As chuvas torrenciais das últimas semanas provocaram inundações que já afetaram quase 38 milhões de pessoas na China.

De acordo com informação oficial divulgada esta segunda-feira, o mês de junho foi o segundo mais chuvoso desde 1961.

27 províncias foram afetadas. Há pelo menos 140 pessoas mortas ou desaparecidas. 28 mil casas colapsaram.

Pequim enviou o exército para o terreno para tentar conter a catástrofe e reforçar as operações de salvamento.

O rio Yangtzé é o maior da China e percorre 6300 quilómetros. Ladeia algumas das mais terras agrícolas mais produtivas do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grande Buda de Leshan em risco

Sismo no noroeste da China faz mais de 100 mortos

Presidente da Guatemala declara estado de calamidade devido a incêndios florestais