Países Baixos recordam vítimas do vôo MH17

Países Baixos recordam vítimas do vôo MH17
Direitos de autor AP Photo
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O avião de passageiros das Linhas Aéreas da Malásia foi abatido por um míssil disparado do leste da Ucrânia que se encontrava sob controlo de rebeldes pró-Rússia

PUBLICIDADE

Os Países Baixos recordaram esta sexta-feira as vítimas do vôo de passageiros das Linhas Aéreas da Malásia MH17 abatido no leste da Ucrânia há seis anos.

Cerca de dois terços das 298 vítimas residiam nos Países Baixos.

Os nomes das vítimas foram lidos em voz alta no decurso da cerimónia.

O primeiro-ministro holandês gravou uma mensagem especial para marcar a ocasião.

"No momento triste assinalado por esta cerimónia, os nomes de todas as vítimas ecoam mais alto que nunca. Cada nome evoca perda e nós nunca iremos esquecer", afirmou o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte.

O avião efetuava ma ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur quando foi atingido por um míssil disparado de território sob controlo de rebeldes pró-Rússia no leste da Ucrânia. Não se registaram sobreviventes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Acusados ausentes do julgamento sobre queda do voo MH17

Lisboa juntou-se a milhares de europeus no apoio à Ucrãnia dois depois da invasão russa

Ucrânia: dois anos de guerra