Última hora
This content is not available in your region

Búlgaros exigem nas ruas queda do Governo

euronews_icons_loading
Búlgaros exigem nas ruas queda do Governo
Direitos de autor  Valentina Petrova/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo nono dia consecutivo, milhares de búlgaros saíram às ruas para exigir a demissão do governo do primeiro-ministro Boyko Borissov, a quem acusam de corrupção.

Protestos que também são agora dirigidos à televisão pública da Bulgária.

Os manifestantes querem a demissão do atual diretor-geral do canal público BNT, a quem acusam de censurar e despedir vários jornalistas por criticarem membros do governo ou dos parceiros de coligação.

Na mira dos manifestantes está também o procurador-geral da Bulgária, Ivan Geshev, que consideram ser um aliado do primeiro-ministro.

O país está mergulhado numa crise política, com o Presidente Rumen Radev e a oposição a exigirem a queda do governo conservador de Boyko Borissov.

O primeiro-ministro acusa o Chefe de Estado de incitar aos protestos e pôr em perigo a estabilidade do país.

Segundo os últimos dados oficiais, a Bulgária é o país mais pobre e com o maior nível de corrupção da União Europeia.