Última hora
This content is not available in your region

Brasil recebe vacina chinesa para testes em larga escala

euronews_icons_loading
Cabo Frio, Rio de Janeiro
Cabo Frio, Rio de Janeiro   -   Direitos de autor  Silvia Izquierdo/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Já chegou ao Brasil a vacina experimental contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac. Mais de 9 mil voluntários, sobretudo profissionais da área da Saúde, vão agora ser submetidos a testes, naquela que é já a terceira fase desta tentativa de imunização, ou seja, em larga escala.

"Se tivermos sucesso, como esperamos ter, a vacina será produzida aqui no Brasil no Instituto Butantan já no início do próximo ano", declarou João Dória, governador de São Paulo, onde chegaram as remessas.

O segundo país mais afetado nesta pandemia, com mais de 80 mil mortos e acima dos 2 milhões e 100 mil casos de contágio, acolhe também grande parte dos testes da vacina que a Universidade de Oxford está a experimentar.

Entretanto, também os ministros da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e da Educação, Milton Ribeiro, anunciaram nas redes sociais estar infetados. Um dia depois, Jair Bolsonaro vinha dizer que já estava tudo bem.

"Os ministros da Cidadania e o da Educação ontem deram positivo ao vírus, já tomaram a cloroquina e já estão bons", afirmaria o presidente perante um grupo de apoiantes em Brasília.