Última hora
This content is not available in your region

Sequestro num banco em França terminou sem feridos

euronews_icons_loading
Sequestro num banco em França terminou sem feridos
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Terminou sem vítimas a tomada de reféns, na quinta-feira, na cidade francesa de Havre. Um homem de 34 anos reteve durante várias horas 7 funcionários de uma agência bancária.

Pouco depois das 11 da noite, o homem entregou-se, como conta uma testemunha: "Às 23.15h ele saiu, com as mãos no ar, depois de os polícias terem dito que não fariam nada. Ele saiu com as mãos no ar e rendeu-se com muita calma. Tinha a bandeira da Arábia Saudita aos ombros e tudo se passou muito rapidamente".

As motivações do sequestro ainda não são conhecidas. O homem tem antecedentes judiciais e psiquiátricos, como referiu o procurador do Havre, François Gosselin: "Foi aberta uma investigação por flagrante delito de tentativa de roubo à mão armada e sequestro. Por hora não tenho elementos circunstanciais, a não ser que se trata de alguém que é conhecido por um passado psiquiátrico pesado. Depois veremos quais foram verdadeiramente as suas motivações".

Conhecido dos serviços judiciais e de saúde por outros atos violentos, com recurso a armas, o homem tinha já feito um sequestro numa agência bancária em Paris, em 2013. Na altura, exigia alojamento social.