Família de Donald Trump domina Convenção Republicana

Família de Donald Trump domina Convenção Republicana
Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Melania Trump discursa em Convenção Republicana e afirma que Donald Trump é um presidente que obtém resultados.

PUBLICIDADE

A família Trump dominou a segunda noite da Convenção Nacional Republicana dos Estados Unidos da América.

A primeira-dama e dois dos cinco filhos de Donald Trump foram as estrelas do evento.

Melania Trump, ela própria uma emigrante, concentrou-se positivamente no Sonho Americano, assegurando que o atual presidente, e candidato do Partido Republicano, luta pela família norte-americana.

No seu discurso, Melania referiu que como se verificou, "ao longo dos últimos cinco anos, ele não é um político tradicional. Ele simplesmente não fala palavras, exige ação e obtém resultados".

Poucos minutos depois, os democratas criticaram a escolha do Jardim das Rosas da Casa Branca para o discurso da primeira-dama afirmando que é uma utilização inadequada dos recursos governamentais.

Donald Trump está sob pressão devido à pandemia da Covid-19, ao desemprego crescente e à crise económica do país.

A maioria das sondagens dá uma vantagem significativa ao rival democrata Joe Biden.

No seu discurso, Eric Trump defendeu o pai e citou Ronald Regan, dizendo que "' liberdade nunca está a mais do que a uma geração de distância da extinção. Deve combater-se por ela e deve ser protegida'. Esta é a luta em que nos encontramos" e, segundo Eric, só o seu pai a pode vencer. "A economia, o muro, os militares, os negócios comerciais, os cortes fiscais, os juízes do Supremo Tribunal, os medicamentos com receita, a mudança da embaixada para Jerusalém, a paz no Médio Oriente, as guerras sem fim foram finalmente terminadas. As promessas feitas e as promessas pela primeira vez foram cumpridas".

As eleições presidenciais dos Estados Unidos da América estão marcadas para o dia 03 de novembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Trump recebeu presidente polaco em Nova Iorque para reunião "amigável"

Processo de seleção do júri promete atrasar julgamento de Trump