Última hora
This content is not available in your region

Israelitas pedem demissão de Benjamin Netanyahu

euronews_icons_loading
Israelitas pedem demissão de Benjamin Netanyahu
Direitos de autor  Ariel Schalit/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Nem a pandemia nem a onde de calor travam os protestos contra o primeiro-ministro de Israel. Milhares de israelitas pedem a renúncia de Benjamin Netanyahu, numa altura em que as infeções por coronavírus aumentam. Nesta nova demonstração, a polícia entrou em confronto com os manifestantes e confirmou a detenção de, pelo menos, 5 pessoas.

Netanyahu está a ser julgado por crimes de corrupção, suborno e abuso de confiança sendo também acusado de má gestão da pandemia. A população considera-o incapaz de conter uma segunda vaga do vírus que mantém Israel numa situação crítica a nível económico e sanitário.

Uma das marchas mais movimentadas teve lugar em frente à residência oficial do primeiro-ministro, em Jerusalém. Israel vive um momento crítico nesta crise da COVID-19, o país assistiu a um pico de contágios na semana passada e o governo pondera um novo confinamento se a curva de infeções não diminuir.

A cada semana que passa, as manifestações ganham cada vez mais dimensão e são cada vez mais os jovens, descontentes com a liderança de Netanyahu, que se juntam ao movimento. Os protestos contra o governo de Israel já se prolongam há mais de três meses.