Última hora
This content is not available in your region

João Almeida reforça liderança no Giro num dia em que o pelotão ficou mais pequeno

João Almeida
João Almeida   -   Direitos de autor  Gian Mattia D'Alberto/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

O dia de descanso na Volta a Itália foi também dia de testes obrigatórios à covid-19 e o novo coronavírus deixou marca no pelotão. Foram duas as equipas a dizer adeus ao Giro, a Jumbo-Visma, com o chefe-de-fila Steven Kruijswijk infetado, e a Mitchelton-Scott, com quatro casos positivos na comitiva.

Na estrada, Peter Sagan esteve imparável. O eslovaco esteve na fuga do dia, deixou os companheiros para trás quando as dificuldades aumentaram e chegou isolado a Tortoreto.

João Almeida resistiu aos ataques de Pello Bilbao e foi o terceiro a cortar a linha da meta, o que lhe permitiu arrecadar uma bonificação de quatro segundos e reforçar a liderança na classificação geral. O português tem agora 34 segundos de vantagem sobre Wilco Kelderman.