Última hora
This content is not available in your region

Europa reforça campanha de vacinação contra a gripe

euronews_icons_loading
Europa reforça campanha de vacinação contra a gripe
Direitos de autor  Lewis Joly/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Vários países europeus lançaram campanhas reforçadas de vacinação contra a gripe sazonal, na esperança de evitar uma sobrecarga nos serviços de saúde já bastante solicitados pela pandemia de coronavírus.

As autoridades francesas definiram como "objetivo" vacinar 75% da população considerada de risco.

Numa farmácia de Paris, uma idosa diz que "ser vacinada contra a gripe ajuda a não confundir os sintomas com os da Covid, o que ajuda não só os médicos, como todos os outros", ela incluída, embora acrescente que "é um pouco estúpido sentir-se invencível".

Os profissionais confirmam a adesão da população. Uma farmacêutica explica que "no ano passado, [vacinou] no total 92 pessoas, enquanto agora foram dez numa única manhã".

A Alemanha encomendou 6 milhões de doses adicionais para tentar vacinar o máximo de pessoas com o objetivo de reduzir o risco de surtos simultâneos de gripe e de Covid-19, protegendo ao mesmo tempo o serviço de saúde.

Pela primeira vez na história da Alemanha, o governo encomendou vacinas adicionais, para ter disponível um total de 26 milhões de doses. Nunca houve uma quantidade tão grande de doses de vacina contra a gripe na Alemanha.
Jens Spahn
ministro alemão da Saúde

O próprio ministro alemão da Saúde deu o exemplo, sendo um dos primeiros vacinados.

Em Portugal e Espanha, as campanhas de vacinação contra a gripe também foram antecipadas e os "stocks" reforçados para responder a uma maior procura.