Última hora
This content is not available in your region

Papa Francisco defende união de facto entre homossexuais

euronews_icons_loading
Papa Francisco defende união de facto entre homossexuais
Direitos de autor  ANGELO CARCONI/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

É uma declaração inédita do Papa Francisco: os casais homossexuais devem ter direito à união de facto.

Numa entrevista de um documentário intitulado "Francesco", apresentado no Festival de Cinema de Roma, o Sumo Pontífice defendeu, nas suas palavras, que "os homossexuais têm o direito a ter uma família. Eles são filhos de Deus". Segundo o Santo Padre, é necessária "uma lei de união civil".

Francisco já tinha evocado esta possibilidade, sobretudo enquanto arcebispo de Buenos Aires, mas não tinha abordado ainda a necessidade de criar um enquadramento legal que salvaguarde a proteção do direito à união.

No entanto, o Papa continua a manifestar-se resolutamente contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que o matrimónio será sempre entre um homem e uma mulher.