Última hora
This content is not available in your region

Leopoldo López escapa a Maduro

euronews_icons_loading
Leopoldo López escapa a Maduro
Direitos de autor  Martin Mejia/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

É considerado o líder mais carismático da oposição na Venezuela. Leopoldo López foi detido em 2014, na sequência das manifestações contra Nicolás Maduro, mas ao fim de cinco anos conseguiu fugir, ainda o processo judicial estava na fase da instrução. Encontrava-se refugiado na Embaixada de Espanha em Caracas desde a revolta de abril de 2019. Este sábado, uma nova fuga: saiu do edifício numa operação secreta e rumou a Madrid.

Lopez fundou a Vontade Popular - o partido de Juan Guaidó - de que se mantém coordenador. O presidente da Assmbleia Nacional e auto-proclamado chefe de Estado interino não tardou em denunciar nas redes sociais a falta de controlo que Maduro tem nas instituições.

Guaidó garante que Leopoldo López vai continuar a contribuir para a Venezuela "a partir do novo espaço de ação".

Tabém Lopez usou as redes sociais para agradecer o apoio. Garante que, em qualquer circunstância, todo o tempo e energia vai concentrar-se na luta pela liberdade para o povo venezuelano.

Até ao momento, do lado de Maduro, nem uma palavra sobre a fuga do líder da oposição.