Última hora
This content is not available in your region

Protestos contra limitação ao aborto legal

euronews_icons_loading
Protestos contra limitação ao aborto legal
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos voltaram às ruas de várias cidades da Polónia.

Pelo quinto dia consecutivo, milhares de polacos manifestaram o desagrado contra a decisão do Tribunal Constitucional que invalidou o artigo que permitia a interrupção voluntária da gravidez por malformação do feto tornando, assim, muito difícil a prática do aborto legal no país.

Nas ruas, o receio e a indignação aumentam.

"É guerra! Ultrapassaram todos os limites possíveis", afirma uma das manifestantes.

Outra contestatária, de 18 anos, refere que "se decidir um dia começar uma família e a minha gravidez estiver em perigo, terei muito medo e pensarei em deixar a Polónia".

A decisão do Tribunal Constitucional polaco mereceu o repúdio de vários grupos de defesa dos Direitos Humanos da Europa.

Oficialmente, por ano, ocorrem cerca de dois mil abortos legais na Polónia. No entanto, segundo dados de organizações feministas, praticam-se mais de 200 mil abortos ilegais no país.