Última hora
This content is not available in your region

O caminho para a Casa Branca com escala internacional

euronews_icons_loading
Euronews
Euronews   -   Direitos de autor 
Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que as circunstâncias desafiam a humanidade, contamos a história das eleições nos Estados Unidos através dos homens que querem liderar o país. Como gerir uma crise económica, no meio de uma pandemia global e de uma crise climática?

Os desafios mundiais também vêm acompanhados do poder de escolha. Donald Trump ou Joe Biden? Vivemos tempos históricos e o dia 3 de novembro fica também para a história, como o dia em que os Estados Unidos decidem quem será o próximo presidente a herdar os desafios, o cargo - e a principal cadeira da Casa Branca, mas não só porque este ano também contou a história de país polarizado. Os Estados Unidos assistiram à explosão dos números do novo coronavírus, os números do desemprego também dispararam - entre protestos contra a brutalidade da polícia e num ambiente político hostil - é neste contexto que os norte-americanos fazem uma escolha histórica. Donald Trump do lado republicano diz que: "Juntos estamos a recuperar o nosso país" e Joe Biden, na frente democrata, disse estar "numa batalha pela alma dos Estados Unidos". "Juntos numa batalha", foi mesmo assim que se desenrolaram os debates presidenciais, com espaço para ataques entre os candidatos, que revelaram formas de estar bem diferentes - que se traduzem também na gestão da política externa.

Trump e Biden: dois candidatos na linha da frente, para gerir uma das grandes potências mundiais e a importante pasta das relações internacionais.