Última hora
This content is not available in your region

Portugal regista novo máximo de infeções diárias

euronews_icons_loading
Covid-19
Covid-19   -   Direitos de autor  MANUEL DE ALMEIDA/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento português aprovou um novo estado de emergência que começa na próxima segunda-feira e fica em vigor pelo menos até ao dia 23 de novembro.

O decreto presidencial prevê a possibilidade de recolher obrigatório e o confinamento nas regiões mais afetadas pela pandemia. Qualquer trabalhador, do público ou do privado, pode ser chamado a ajudar nos inquéritos epidemiológicos e na vigilância de casos suspeitos.

Também nesta sexta-feira, o Parlamento aprovou o uso de máscara obrigatório em espaços públicos, sempre que não seja possível garantir o distanciamento físico. A medida fica em vigor durante três meses.

Os últimos dados revelados pela Direção Geral da Saúde dão conta de mais um máximo de casos diários em Portugal, 5.550, e de 52 mortes, em 24 horas.

A região Norte é a que regista o maior número de novos casos tendo sido reportados 3.006 nas últimas 24 horas, totalizando 78.461 e 1.248 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.495 novos casos de infeção, contabilizando 65.869 casos e 1.090 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 676 casos, contabilizando 15.045 infeções e 349 mortos.

No Alentejo foram registados mais 194 novos casos de covid-19, totalizando 3.312 e 60 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 156 casos de infeção, somando 3.285 casos e 29 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 19 novos caso nas últimas 24 horas, somando 413 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou quatro casos nas últimas 24 horas, contabilizando 511 infeções e um óbito.

Em Portugal, desde o início da pandemia, há registo de quase 167 mil infetados e de 2.792 mortes relacionadas com a covid 19.