Última hora
This content is not available in your region

Por que estão as turbinas eólicas marítimas cada vez maiores?

euronews_icons_loading
Por que estão as turbinas eólicas marítimas cada vez maiores?
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

As turbinas eólicas estão cada vez maiores e mais potentes, tornando a energia eólica mais barata e competitiva em relação aos combustíveis fósseis tradicionais.

De acordo com a associação WindEurope, a capacidade das turbinas tem aumentado em média 16% todos os anos desde 2014. Em 2019, uma turbina produziu em média 7,8 megawatt, mais um megawatt que em 2018.

O aumento da potência surge a par de um aumento do diâmetro do rotor, de pás mais longas e aerodinâmicas e de melhorias constantes no hardware e software de produção de energia.

Líderes industriais como a Siemens Gamesa e a General Electric já revelaram modelos de 12 e 14 megawatts e rotores com um diâmetro superior a 220 metros.

A Euronews visitou o terminal no porto de Ostende, na Bélgica, utilizado pela Siemens Gamesa para instalar 58 turbinas de 8,4 megawatts no parque eólico marítimo SeaMade.

As turbinas para a produção de energia estão sempre a melhorar e, depois, na própria turbina, há muita tecnologia, muitos investimentos em investigação para torná-las cada vez melhores, o que significa que há cada vez menos componentes. Menos componentes significa menos manutenção e menos coisas que podem avariar.

Creio que há um futuro auspicioso para a energia eólica. Há uma grande procura em todo o mundo. Hoje em dia, só a nossa empresa tem mais de 50 gigawatts de turbinas instaladas em todo o mundo. E a procura ainda está a crescer. A energia verde é o futuro para os nossos filhos e netos
Jan Claes
Gestor de projeto da Siemens Gamesa