EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Suspeita de "problemas psiquiátricos" em atropelamento mortal

Suspeita de "problemas psiquiátricos" em atropelamento mortal
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Investigação está em andamento na Alemanha, motivações ainda não claras, mas para as autoridades "não há evidências" de terrorismo

PUBLICIDADE

O condutor alemão que irrompeu por uma zona pedonal a alta velocidade parece sofrer de "problemas psiquiátricos". O homem, de 51 anos, sem cadastro, estava sob a influência de álcool quando atropelou uma multidão com o seu carro, em Trier. Matou cinco pessoas, incluindo um bebé de nove meses e, pelo menos, 15 pessoas ficaram feridas.

Está a ser investigado por forte suspeita de homicídio em quatro casos e por lesões corporais perigosas em vários outros. Partimos do pressuposto que no atentado no centro da cidade ele agiu de forma maliciosa usando o carro como arma e, portanto, atuou com meios perigosos para o público, o que cumpre os critérios do crime de homicídio.
Peter Fritzen
Procurador

A investigação está em andamento e as motivações ainda não claras, mas segundo as autoridades" não há evidências que confirmem motivações terroristas, políticas ou religiosas. O Presidente da Câmara Wolfram Leibe, falou da cena trágica em lágrimas explicando que é difícil compreender o que aconteceu.

O condutor está a ser investigado por quatro crimes de homicídio e tentativa de homicídio se o ato for considerado deliberado e que o carro foi usado "como arma". homem deve comparecer em tribunal nesta quarta-feira e resta saber se ficará sob custódia ou se será internado numa instituição psiquiátrica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China