Milhares pedem dissolução do Parlamento moldavo

Milhares pedem dissolução do Parlamento moldavo
Direitos de autor Roveliu Buga/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestação foi convocada pela presidente-eleita, a pró-europeia Maia Sandu, quando os deputados tentam reforçar poderes em detrimento da próxima chefe de Estado

PUBLICIDADE

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se na capital da Moldávia, Chisinau, para exigir a demissão do governo e a dissolução do Parlamento.

O protesto foi convocado pela presidente-eleita Maia Sandu. 

A candidata pró-europeia surpreendeu em novembro ao vencer as eleições face ao pró-russo Igor Dodon. 

Desde então, os deputados têm avançado com legislação para reduzir os poderes presidenciais a favor do presidente do Parlamento.

Sandu deverá assumir o cargo no fim de dezembro.

Esta semana, os deputados moldavos aprovaram nomeadamente uma lei que transfere o controlo dos serviços secretos do país para o Parlamento. 

Sandu e a oposição dizem que o objetivo é reduzir ao máximo os poderes da presidência antes dela assumir funções, a favor de uma assembleia onde os apoiantes de Dodon são maioritários.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

As notícias do dia | 12 abril 2024 - Noite

As notícias do dia | 11 abril 2024 - Manhã

As notícias do dia | 10 abril 2024 - Noite